Correios atrasam entregas e culpam a insegurança na região.

  • Correios atrasam entregas e culpam a insegurança na região.

    Encomendas por Sedex ou correspondências comuns, estão sofrendo

    Moradores são obrigados a buscar encomendas e correspondências.

    Moradores são obrigados a buscar encomendas e correspondências.

    atrasos na entrega por aumento da violência em Realengo.

    Fomos apurar denuncias que recebemos de leitores a respeito da desorganização nos Correios de Realengo.

     

    Val Reis e Celi Trevisan estão indignadas  com o desrespeito dessa que já foi a mais bem vista empresa neste país.

      Os funcionários não podem dar declarações, pois somente a Associação de imprensa é responsável para falar, mas informalmente fontes revelam que a insegurança é a culpada por não estarem entregando em todos os locais.correios atrasos 5

     Reclamações das leitoras Val Reis e Celi Trevisan que inclusive cedeu gentilmente algumas fotos.

    por email: Boa tarde! Novo procedimento no Rio de Janeiro – Realengo

  •  Pró Realengo: Não está acontecendo distribuição de correspondências nas residências. Os moradores precisam se dirigir à agência dos correios para retirar suas correspondências. Aproximadamente 2 horas na fila.

    correios atrasos 3Até quando ficaremos sem o CARTEIRO, alguém sabe me responder???? Não é possível gente. Hoje veio um rapaz aqui em minha residência, trazer uma correspondência. Detalhes meu filho foi receber e falou-me: Mãe, eu nunca vi esse moço por aqui. Agradeço a ele assim como meu filho o fez, mas não aceito mais essa bagunça. Essa EMPRESA esta passando dos limites vocês não acham? Ou será que como tudo muda o trabalho dos carteiros também mudou ou acabou???
    Já estamos quase na 2º quinzena do mês e, vai começar tudo de novo! O corre-corre atrás das faturas etc…

    Ou, será que isso só esta acontecendo aqui em casa? Alguém pode me responder????????
    Correios, Cadê o carteiro?????

    Já enviei mensagens pra varias pessoas e nada, que absurdo! diz Celi Trevisan

    Aqui nas ruas Imperatriz, Macedo júnior, Princesa Imperial… na vila Macedo júnior.. está uma baderna.

    Pior que pra pegar as correspondências não pedem nem identificação.. e varias ruas que o nome não sei

  • Matéria publicada originalmente em 13 de abril de 2014.

Coluna deu no blog por Luiz Fortes

Luiz Fortes morador da rua do Imperador, lado Sul – Criador e administrador do blog Pró-Realengo

Atendimento Seletivo nas UPA´s de Realengo.

 Deu no Blog Pró-Realengo

UPA Magalhaes Bastos – Jardim Novo

Atendimento Seletivo nas UPA´s de Realengo.

Parte superior do formulário

Rio 03/12/2012.

O blog Pró-Realengo tem  recebido diversas reclamações a respeito do atendimento das UPA. E com relação à do Jardim Novo que leva o nome de “Magalhães Bastos” localizada na Estrada Manoel Nogueira de Sá. Separamos estas duas reclamações que se observarmos bem tem relação uma com a outra… Parece que é feita uma triagem ou filtragem como disse a leitora, e num rápido atendimento um diagnostico é dado e liberado o paciente para que volte para casa, dizendo que não é nada grave?

UPA Magalhães Bastos – Jardim Novo.

Qual seria o critério para a avaliação dos pacientes?

Vejam duas reclamações com  menos de 15 dias uma da outra.

Em : 22/10/2012 14:26 nossa leitora Patrícia comentou no blog. : O UPA de Magalhaes precisa ser vistoriada os médicos estão se negando a atender os pacientes fiquei muito chateada, pois minha mãe é diabética e estava com a glicose 386 eu acho que vocês (sic: o blog) deveriam fiscalizar isso, pode ver que este UPA e o mais vazio pois eles já embarreiram os pacientes para não atende-los.

Em : 03/11/2012 11:22 nossa leitora Melinda comentou no blog. : Fui no dia de hoje, (03/11/2012) levar meu filho de treze anos com dor de cabeça forte e com febre alta, antes de sair de casa o mediquei com dipirona, chegando ao UPA do Jardim Novo com 37 e meio de febre, pois a dipirona estava fazendo seu efeito. A pressão foi aferida e constava 13/9. Simplesmente o enfermeiro que o atendeu disse que ele não tinha nada, que estava sem febre, mas no termômetro contava 37 e meio, graças ao meu remédio. E que só tinha um medico atendendo as pessoas que estavam internadas, e que não poderia me atender, nos dispensando a seguir. Voltei para casa com meu filho com a pressão alterada, temperatura alterada, dores. De cabeça, sem nenhum atendimento.

Espero que seu estado não piore, pois irei até os jornais denunciar esta falta de respeito com o cidadão que paga seus impostos em dia e não tem direito a ter um atendimento a um hospital com tanta referencia como diz nosso digníssimo prefeito Eduardo Paes. E encaminhei então para a Clinica  da Família que fica ao lado (sic:João Cribbin) e tive a mesma resposta da atendente, que não tinha medico para o atendimento, isso tudo ocorreu entre 08:00 e 09:00 da manha. Melhor fechar as portas!!!!!!

Aproveitamos para pedir as autoridades que informem melhor a população sobre  o processo seletivo para fazer parte do quadro de funcionários das firmas que contratam ou da Organização social (OS) que administra as UPA’s, pois são inúmeros os pedidos de informações e reclamações da dificuldade para trabalharem nas mesmas, pois mesmo tendo QP (Qualificação Profissional) para esta ou aquela profissão e ainda morando no próprio bairro deveriam ser levados em consideração. Sabemos de profissionais de outras Unidades,  que trabalham em bairros distantes??

www.pro-realengo.com.br

UPA Magalhães Bastos – Jardim Novo.

Qual seria o critério para a avaliação dos pacientes?

Vejam duas reclamações com  menos de 15 dias uma da outra.

 Em : 22/10/2012 14:26 nossa leitora Patrícia comentou no blog. : O UPA de Magalhaes precisa ser vistoriada os médicos estão se negando a atender os pacientes fiquei muito chateada, pois minha mãe é diabética e estava com a glicose 386 eu acho que vocês (sic: o blog) deveriam fiscalizar isso, pode ver que este UPA e o mais vazio pois eles já embarreiram os pacientes para não atende-los.

 Em : 03/11/2012 11:22 nossa leitora Melinda comentou no blog. : Fui no dia de hoje, (03/11/2012) levar meu filho de treze anos com dor de cabeça forte e com febre alta, antes de sair de casa o mediquei com dipirona, chegando ao UPA do Jardim Novo com 37 e meio de febre, pois a dipirona estava fazendo seu efeito. A pressão foi aferida e constava 13/9. Simplesmente o enfermeiro que o atendeu disse que ele não tinha nada, que estava sem febre, mas no termômetro contava 37 e meio, graças ao meu remédio. E que só tinha um medico atendendo as pessoas que estavam internadas, e que não poderia me atender, nos dispensando a seguir. Voltei para casa com meu filho com a pressão alterada, temperatura alterada, dores. De cabeça, sem nenhum atendimento.

   Coluna:  deu no blog…. por Luiz Fortes

Luiz Fortes morador da rua do Imperador, lado Sul - Criador e administrador do blog Pró-Realengo

Luiz Fortes morador da rua do Imperador, lado Sul – Criador e administrador do blog Pró-Realengo

 

 

 

 

 

Está postagem foi oferecida por